POEMA PARA VOCÊ EXISTIR

Imagem: Theo Gosselin

POEMA PARA VOCÊ EXISTIR

Agora, a essa altura da vida,
tudo começa a desmoronar:
os sonhos, os planos, as fomes.

Entre os escombros
que restaram na minha cabeça
tua imagem permanece intocada
[Inconscientemente eu a coloquei
em uma redoma indestrutível].

Sei que não há mais nada a fazer,
mais nada a dizer ou ouvir.
Estou tão triste e solitário,
comendo as migalhas
que o vento espalhou
pelo caminho.

Sinto que não há mais tempo.
Sinto que não saberemos
quem somos.

Te amo
e nem sei se você existe.


WENDEL VALADARES.

Wendel Valadares é mineiro, dramático, exagerado e poeta. Leitor assíduo, devoto de Adélia Prado e Carlos Drummond de Andrade. Publicou os seguintes livros de poesia: Essência (Editora Multifoco, 2012), A tradução do silêncio (Editora Penalux, 2013) e (Re)descobrir (Editora Penalux, 2015). 

Pâmela Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário