Mais um dia de amor



Foto: Pixabay.

O que definir de um olhar curvo, anoitecido pelo timbre noturno da poesia acalentadora? O que extrair de um colo que se redime pelo tempo e emparelha a doçura fluida pelos dias comuns? O soneto de quem simplesmente ama se equaciona e se deduz belo e límpido pela textura das manhãs. O dia reverencia os olhos fundos de fé, o sorriso inundado de afeto, a alma que passeia na grandeza dos pequenos momentos.  Hoje é mais um dia. Necessário crer. Porque beleza há, ainda!

Todo dia é apenas dia. Todo momento só é um momento e nada mais. O azulado do céu manipula as sensações, nada mais que extravagância em meio ao espetáculo da vida, que cunha encantos dentro do peito. O valor das coisas mundanas e turvas, se altera na medida em que vestimos o tecido da esperança e adornamos o nada com um zelo de quem cuida. As cores saem das nossas mãos, colorindo o que se debruça, sem cor, pelos quatro cantos. O mundo ganha tonalidades através do nosso apelo franco em viver.

Os desejos suprem o que retumba e desperta entre a nascente dos olhares, dos braços que entrelaçam o calor de suas atrações. O que sentir em meio ao deslumbre dos dias que florescem vida? Viver é deixar-se arrebatar pela frequência de encantos que se desdobra em cada segundo que absorvemos o aroma do ambiente. O sorriso sempre espreita encontros singulares, temperados com a sutil bonança de quem se alimenta de paz. Amar é entender, não saber mais responder. É quando finda o arrebatamento, o elo que sintoniza coração e sentimentos.

O alvorecer se fragmenta na arquitetura da alma, cingindo fé dentro de almas desvalidas e fatigadas. O deslumbre ecoa melodias, feito trilha da nossa elevação. Mais um dia, e o amor nasce nas particularidades, amparado sobre o berço das nossas enlaçadas mãos.




ALEXANDRE LÚCIO FERNANDES
Natural de Porto Velho/RO. Designer gráfico, geek e poeta. Amante do silêncio, das coisas simples e duradouras, escreve para expressar emoções e esmiuçar as belezas da vida. Autor dos livros "Elos no Horizonte"(Penalux, 2013) e "Margens e Constelações" (Penalux, 2019). 


O Amor É Brega

O Amor é Brega é uma plataforma de informações voltada para o autoconhecimento, comportamento e relacionamentos. Aqui você encontrará textos sobre o cotidiano, respostas para suas perguntas e uma equipe pronta para responder todo e qualquer questionamento. Contamos com a seção chamada Divã, onde você poderá encaminhar um e-mail aos nossos editores sobre os temas relacionados à página. Poderá, ainda, pedir conselhos e ombro. Nós estamos aqui para ajudar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário