ELA É DE GÊMEOS


Ela me é no tempo de incertezas - tranquilidade. Ela é amor, quando sou medo. Ela é sonho, quando sou pé no chão. E quando eu sonho, ela se torna asas.
Ela é liberdade, quando eu quero partir. E é casa quando volto. Ela é cura das minhas renúncias.
É quem balbucia a noite - você ainda vai me amar amanhã? E vejo dentro daqueles olhos despidos de traumas, o céu que é pra onde eu quero ir - então, eu digo que a amarei eternamente, mesmo nos dias difíceis.
Ela é inspiração se me faltam ideias. E é o tudo onde não o sou. Ela consegue voar só de fechar os olhos, mas quando eles se abrem ela é puro amor e está presente aqui.
Ela é cheia de fazer certeza das indecisões. E gosta de mudar tudo de lugar, porém, cinco minutos depois eu trato de voltar pra onde estava. Ela é verdade, transparência, e eu - gosto de ser gentil.
E quando nos unimos, somos uma só, e ainda assim, muitas.

LAURA AQUINO.
Geminiana de Franca, interior de São Paulo. Apaixonada por livros, séries, filmes e música. Acredita que a arte move as pessoas para o que elas têm de melhor. Vive no mundo da lua e escreve seus devaneios num emaranhado de palavras que no final acabam fazendo algum sentido. Ou não.

Pâmela Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário