Ei, deixa o tempo correr, menina.


Cê sabe bem que é ele quem tem o controle de tudo, e não a gente. O tempo nada mais é que um contador de sentimentos e se você quiser apressá-lo pode ser que ele só conte suas frustrações e angústias. Deixe que ele nos encaminhe para as boas sensações da vida de modo natural, sem atropelos ou pedras no trajeto.

Eu também já quis que o tempo corresse ao meu favor, aliás, quem não quer, não é mesmo? E sei também que é um saco ter que esperar por sua boa vontade. Não ter o controle de tudo em nossas mãos nos torna vulneráveis, menos donos de nós mesmos, às vezes. E é aí que a gente deixa de aproveitar o melhor que a vida nos oferece: quando não assumimos nossas vulnerabilidades.
Ser vulnerável não é tão ruim, basta que a gente olhe pelo ângulo correto. Pensa comigo, menina, se não fôssemos vulneráveis ao tempo, talvez não teríamos nos conhecido. Talvez não teríamos vivido nossos melhores momentos, nossas descobertas diárias. Somos vulneráveis não só às coisas ruins, mas também às coisas boas, aos bons acasos da vida.

O tempo nem sempre nos cabe (na verdade ele raramente nos cabe). O que nos cabe é como decidimos nos portar diante dele. Não dá pra decidir o que vem através do tempo, mas dá pra escolher o meio pelo qual passamos por ele.


Então, menina, não pira no tempo e no fato da gente não ter controle sobre ele. Leva a vida enquanto o tempo te leva. E, ao ser carregada por ele, aprecie a paisagem a beira do caminho. E se quiser companhia, me leva também. Aposto que a viagem a dois é menos cansativa...  

EDSON CARDOSO
Professor brasiliense, formado em letras, amante de (boa) música e de jogos. Um cara que não é um poeta, mas que se arrisca a brincar com as palavras. Nem de longe um boêmio, tampouco um insensível nato. Coleciona fotos e lembranças das viagens que já fez e planeja muitas outras. Alguém que agradece a Deus diariamente o dom da vida e a graça de ter uma família com quem pode contar.

O Amor É Brega

O Amor é Brega é uma plataforma de informações voltada para o autoconhecimento, comportamento e relacionamentos. Aqui você encontrará textos sobre o cotidiano, respostas para suas perguntas e uma equipe pronta para responder todo e qualquer questionamento. Contamos com a seção chamada Divã, onde você poderá encaminhar um e-mail aos nossos editores sobre os temas relacionados à página. Poderá, ainda, pedir conselhos e ombro. Nós estamos aqui para ajudar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário