EU TE ABRAÇARIA


"Eu te abraçaria mesmo se você fosse um cacto e eu um balão", assim é com o amor, como eu o vejo. E assim se resume essa foto. Você sempre tão razão, e eu emoção. E assim te agradeço por ser quem foi, por me mostrar diversas coisas do seu mundo, que eu guardarei no meu e farei com que ainda existam. E assim você me fez viver de novo, quando eu achava que tudo já estaria apagado pra mim. Você foi, literalmente, a peça que faltou no meu quebra-cabeça (eu sei que você sabe como minha cabeça é, e está desde que tudo desmoronou) e era o que eu sempre costumava ouvir "nós somos muito diferentes", porque você encaixava perfeitamente em tudo que eu queria em alguém, e de peças iguais não se forma o quebra-cabeça. Você aqui dentro, ocupa um dos lugares mais lindos. Eu te levo onde eu for. Vou lembrar da gente sempre assim: segurando a tua mão, enquanto você segura a minha. E vou te amar de onde quer que eu esteja. De um jeito indireto, eu vou sempre levar você, até quando eu puder respirar.


MARIANNE GALVÃO.
Marianne Galvão,1990, escritora, blogueira, libriana e nordestina; é amante das palavras e filha do tempo. apreciadora nata de tudo aquilo que faz sentir o sangue quente viajando entre as veias, transborda sensações e sentimentos urgentes através da escrita. Escritora do livro "tempo do tempo: as estações do coração."

Postar um comentário

My Instagram

Copyright © O amor é brega. Designed by OddThemes