Follow Us @soratemplates

segunda-feira, maio 14, 2018

A TORMENTA QUE HÁ EM NÓS


Às vezes ficamos perdidos dentro de nós mesmos, dentro da nossa tempestade interior, da tormenta e do furacão que toma conta de tudo o que somos. E parece que somos uma ilha atormentada constantemente por todos os desastres da natureza e nem mesmo o náufrago que às vezes chamamos de consciência consegue sair pra respirar um pouco. Você me fala que vai ficar assim apenas mais uma noite, eu te falo que as nossas noites são eternas e faz muito tempo que não vemos mais o sol nascer, mergulhados nessa escuridão constante, entorpecidos, dormentes.

Em algum momento nós nos perdemos do que já foi amor, você ainda chama de amor, paixão, mas eu não consigo mais acreditar que podemos continuar assim à mercê da maré. Mesmo que fossemos as últimas pessoas do mundo ou as primeiras o sol não brilharia para nós.  Você sabe que sempre será minha garota e eu serei seu pequeno grande homem, mas aquelas, todas aquelas coisas que acreditamos poder fazer juntos não serão feitas.

Nunca mais vamos sussurrar eu te amo em madrugadas frias ,escondidos do mundo, no quarto, debaixo de um cobertor. O quarto e o cobertor continuam lá, mas o amor não. Tudo escapou pelos nossos dedos e o que ainda restou, seguramos com tanta força que sufocou. Às vezes perdemos as melhores chances de felicidade porque pensamos que seremos mais felizes no futuro e nunca vivemos nosso presente.

Vivemos os momentos e seguimos caminhos separados agora , com as mãos dentro dos bolsos, mais exigentes com as companhias com quem percorremos as grandes distâncias da vida, debaixo do temporal que vai dentro do peito.

Em alguns momentos você foi a música da minha vida, agora eu só preciso do silêncio da solidão pra continuar a não sentir mais nada. Eu gosto de você como sempre gostei, mas não consigo te amar mais.

VITORIA LORDEIRO
Sou tímida ao extremo mesmo parecendo ser alguém extrovertido, Amo MPB (coleciono discos); não assisto televisão , nunca. Escrevo sempre tentando decifrar a alma masculina. Amo café, ler e ficar vendo receitinhas na internet.  Prefiro livros a festas. Amo comidas estranhas, quanto mais esquisita e nojenta mais eu gosto. Choro vendo ursinho Pooh e sempre torci para o Frajola.  .

Nenhum comentário:

Postar um comentário