NÃO EXISTE A HORA CERTA PRA CASAR


Não existe a hora certa. A gente pode se casar aos 18 e ser feliz a vida inteira. Aos 40 e ter felicidade para além de outras vidas. Casamento é escolha. É quando a sorte no amor nos leva ao sim. Quando a vontade de dividir os sonhos faz brotar a bela flor da esperança. 

Não é cedo, nunca é tarde. 

O futuro a Deus pertence e o presente cabe a nós cuidar. Não venha com esse papo de ser novo demais. De ter tempo demais. Não temos todo o tempo do mundo quando o amor transpira através dos olhos. Que seja eterno enquanto dure, que dure enquanto a felicidade bate forte no peito. Que a gente case hoje, amanhã. Em uma tarde de domingo ensolarado. No meio da semana, na beira da praia. Entre as estrelas e com o cheiro de flores da primavera. 

Que sejamos eternos dentro da nossa própria história. Aos 19 anos. Aos 40 anos. Que tenhamos 20 anos de casados se casando todo dia. Não existe hora certa, nem tempo certo. Não se pode podar o futuro de quem já nasceu com asas para amar. De quem voa para respirar. 

Se casando aos 19 anos. Ser lua de mel aos 50 anos. E os anos são só detalhes. Pequenas passagens. Viagens que jamais deixaremos de fazer. Casar para quem se ama não é perder tempo. É ganhar mais tempo juntos. É voar mais alto juntos. 

É conquistar mais amor juntos. 
Juntos só quem ama sabe.
E se eu soubesse que te amaria pra vida inteira, teria casado logo no primeiro dia!


EDGARD ABBEHUSEN.
Baiano cá do Recôncavo. Vizinho de Edson Gomes, Sine Calmon, fã de Dona Canô e dos filhos que ela deixou no mundo. Aspirante a jornalista e sonhador de um mundo melhor. Tenho axé correndo no sangue. Amor no coração. E entre acarajé e Sushi, eu fico com os dois. 

Postar um comentário

My Instagram

Copyright © O amor é brega. Designed by OddThemes