Top Menu

O nome disso é saudade


​É saudade quando você sente o cheiro do café com creme logo pela manhã ou o cheiro de lavanda dela quando encosta a cabeça no travesseiro a noite. É saudade quando tu come um sanduíche no Burguer King e lembra de como ela gostava de tirar as verduras e colocar no teu. É saudade quando tu vai dormir e sente um vazio na cama, porque aquele era o lugar que a guria deveria estar.

É saudade quando tu liga o celular e não tem nenhuma mensagem te desejando bom dia, apenas a da operadora dizendo que seus créditos expiram em 5 dias. É saudade quando tu vê um comercial na tv e já se sente nostálgico porque na TPM a tua menina costumava chorar até com comercial de margarina.

É saudade quando tu pega a roupa na lavandeiria e vê que ficou uma blusa dela entre tuas camisas. É saudade quando tu liga a netflix e aparece nos recomendados a série que tu sempre assistia com ela durante o jantar. É saudade que bate toda noite à tua porta porque tua cabeça não desliga um minuto e teu coração palpita só de lembrar daqueles olhos castanhos que descobriam todo o teu interior.

É saudade porquê tu sente falta dela.

Já parou pra pensar, que se tu não a tivesse deixado ir, não seria saudade? Se tu tivesse mandado uma mensagem falando: desculpa, sinto falta de ti - teria feito toda a diferença? Pois é, mas você preferiu ficar jogado na cama, olhando aleatoriamente o Instagram, sem ter nada realmente para ver, ao invés de ir atrás de quem te fazia feliz. Agora, toda vez que tu vê uma foto dela, bate o sentimentozinho de culpa e aquela que te mata todo dia – a saudade - .

Vê se para de apenas sentir saudade e vai atrás, o tempo tá passando e o mundo é outro. As pessoas vão atrás de quem ama. Deixa esse orgulho de lado, ele só vai te fazer se sentir pior ao ver os inúmeros comentários na foto dela. Manda mensagem, diz que sente falta, mas não seja um babaca. Expressa teus sentimentos, mesmo que eles sejam enrolados. Não deixa ela ir de vez, pois se ela for, não cogite ir atrás; afinal, a vida não é filme de romance que as pessoas esperam uma pela outra o resto da vida. Como eu disse, o tempo passa e o mundo se transforma, esquece as opiniões e vai atrás de quem te faz feliz.

LAYLA MOTA.
16 primaveras. Uma baixinha arretada e apaixonada por um ilustrador. Aspirante à blogueira, escritora e desenha nas horas vagas. Louca por fotografias e pôr-do-sol, cristã evangélica de corpo e alma. Coleciona sonhos, histórias e gosta de compartilhá-los com gente que gosta da gente.


BLOG  |  FANPAGE  |  INSTAGRAM

Postar um comentário

Layout OddThemes | Distribuído por Gooyaabi | Modificado por Mafê Probst