Top Menu

É HORA DE TE EXPULSAR DE MIM


CANSEI! Em maiúsculo mesmo. Talvez você entenda agora. Ou se faça de besta como sempre fez. Cansei de correr atrás. De me desdobrar e fazer de um tudo por você. Não tem valido a pena. O desgaste tem sido enorme, e eu espero de todo o meu coração que você se encontre, e me deixe de vez. 

Não quero mais te dar o meu melhor. Não quero mais ser segunda escolha. Não quero mais passar a noite em claro, esperando por uma mísera mensagem sua me chamando pra ir te ver.

Não quero mais bancar a louca pros seus amigos, Enquanto você sai abraçando o mundo com o teu coração. Não quero mais viver rastejando aos seus pés, enquanto o teu ego anda inflado e o meu coração arregaçado demais.

Não quero mais me culpar por tudo, quando na verdade o problema não está em mim. Não quero mais esperar que você mude. Na verdade eu é que preciso me mudar, e pra bem longe. Não quero mais criar expectativas pra logo em seguida me pegar estirada no chão, colando os pedaços de mim que você sempre faz questão de despedaçar. Não quero mais criar possibilidades quando na verdade você não quer o mesmo que eu.

Não quero mais remoer passado, afinal de contas, eu nunca fui o teu presente. Eu não quero mais bancar a possessa, a que ama sozinha, a que dá tiro no escuro e cabeçada na parede. Não quero mais bancar a trouxa e correr atrás de quem foge de mim. 

Passei da fase de idealizar príncipe encantado. Eu só queria alguém que fosse o que ninguém jamais foi pra mim, sabe? Alguém que me arrancasse sorrisos, e não que me trouxesse mais dores de um amor mal resolvido. 

Eu só queria superar a dor de um amor meia boca. Só queria encontrar alguém que me fizesse entender toda a espera. Que não me anulasse do mundo, mas que me levasse pra conhece-lo. Eu só queria que você fosse um terço do que vive dizendo por aí. E que ao invés de ser mais um babaca na minha vida, fosse homem suficiente e de atitude pra me provar que com você seria diferente. Me enganei de novo, é hora de te expulsar de mim, pra cuidar de tudo que até hoje você só judiou. 



ROGÉRIO OLIVEIRA.
Escritor, publicitário, boêmio, amante da fotografia e da vida. Perceptivo e leitor de sentimentos alheios.

Postar um comentário

Layout OddThemes | Distribuído por Gooyaabi | Modificado por Mafê Probst