O amor é brega. E quem não é?

terça-feira, 24 de outubro de 2017

EU ENTENDO SEU INFERNO


A vontade está morta. Mas o seu espírito ainda vive. Isso traz você até aqui. Balbuciando tiros de revolver intercalados com inaudíveis elogios.

A antiga dama de copas respira por aparelhos. Nós nunca saberemos porque nos nossos sonhos ela nunca morre. 

Eu entendo seu inferno. Mas se você perdeu a fé seu fim está próximo. Por isso que não posso ficar. Você mantém a sua rota de colisão. Se ficar eu posso também perder a minha fé. Perder o que eu uso para me afastar dos meus velhos hábitos.

Seus jogos cortam o meu coração quando no fundo eles clamam pelos bons velhos tempos.

Machuca porque esse tempo nunca existiu. 
Hoje são os bons velhos tempos.
Isso não é sobre garrafas e vômitos. Não é sobre o que eu acho ou sobre a lista que você faz para suportar a intransigência do sol.

É sobre você aceitar que tudo está ocorrendo sem o seu consentimento. E que na verdade ninguém que queria te ajudar sabe como. 



HELIARLY RIOS.
É um amante. De política, economia e futebol. É um apaixonado por F1 e NFL. Garante o pão de cada dia e um teto para descansar trabalhando como analista contábil. Seu único amor é escrever de forma irresponsável e livre de culpa. O resto são paixões.


1 comentários: