O amor é brega. E quem não é?

segunda-feira, 12 de junho de 2017

AMAR TAMBÉM É DEIXAR IR.


Eu tenho todos os motivos pra ir embora, mas ainda acredito em um para ficar. Ainda acredito no nosso amor. 

Olha pra tudo isso que a gente já viveu. Não te deixa mal jogar tudo isso fora sabendo que ainda há o sentimento? E não é um sentimento que machuca, é um sentimento que faz bem. Eu mesma defendo que quando o sentir começa a fazer mal é melhor repensar e ver se vale a pena. Mas o nosso nunca fez mal.

Eu sei que a gente tem todos os motivos pra querer desistir, mas a gente é mais do que isso. A gente sempre foi mais forte, mesmo que o mundo quisesse nos mostrar o contrário. Às vezes realmente penso que talvez seja mais cômodo e mais fácil jogar tudo para o alto, mas cadê aquele casal que dizia que jamais se acomodaria com o que incomoda?

Claro que eu não vou te forçar a nada, não acho isso justo com ninguém. Mas cá estou eu, no meio de toda essa confusão, te pedindo pra pensar uma última vez na gente. Eu vou entender se você não quiser ir adiante, do fundo do meu coração. Vai ser difícil encarar tudo caso você escolha o fim, mas é aquela história, amar também é deixar ir.

Agora, a escolha é inteiramente sua. Enquanto isso, estarei te esperando, com todo meu amor. Pensa bem. Pensa com o coração. E não tenha dúvidas, eu te amo e vou amar independente do que aconteça daqui pra frente.

Um beijo.


MARINA COUTO.
21 anos, estudante de Letras, forrozeira e apaixonada por palavras. Escrevo pra me sentir livre, não tenho destinatário certo, acho que assim fico mais desapegada e escrevo Com a alma. Gosto de escrever para as outras pessoas saberem que não estão sozinhas. Quem vai ser meu interlocutor? Quem ler decidirá se aceita ser ou não. Se você se identificar, é um novo interlocutor, escreverei pensando que não estou só. Escreverei pra nós

1 comentários:

  1. Hoje, 21 meses depois daquele adeus... E ainda me lembro do que vc foi um dia em minha vida. Vida q segue. ( A casa da represa)

    ResponderExcluir