O amor é brega. E quem não é?

terça-feira, 2 de maio de 2017

MAIS AMOR E MENOS SAUDADE


Eu não quero mais chegar em casa, após um dia cansativo de trabalho, e não te ver na cozinha tomando tuas vitaminas após o treino na academia, com uma toalha enrola na cintura e alguns pingos d’água escorrendo pelas tuas costas, até se perder no tecido branco. Eu não quero mais ter que acordar todo dia, no meio da madrugada, com frio porque teu corpo não está ali aquecendo o meu e o cobertor já está quase caindo da cama. Não quero mais acordar de manhã e não te ver do meu lado, ou sequer ir dormir sabendo que você não vai vir deitar.

Eu quero mais amor e menos saudade. Quero mais toque, presença, sentimento, afeto. Quero que você chegue. Venha, pode vir e pra valer, sem ter hora pra ir embora e sem ter medo de ficar. Que abrace, beije, aperte e faça cafuné. Eu não quero viver de saudades, pensando no que um dia poderíamos ter sido, eu quero viver o agora do amor. Da forma mais intensa e verdadeira que a gente conseguir, porque se não for intenso, não somos nós.

Você veio de mansinho, conquistou meu coração e me fez ter essa dependência do teu beijo, do teu cheiro e da tua presença. Agora não me venha colocando distância entre nós. Você sabe bem que isso não combina com a gente, e que, pelo que a gente sente, jamais deveria existir. Então acaba com a saudade, cola mais em mim, ‘mete o louco’ e vamos na fé. Nunca disseram que seria fácil mesmo.

Vamos remar o nosso barquinho, o mar é tão grande, temos tanto a explorar, não precisa e nem adianta ficarmos longe um do outro. Só vem, senta ao meu lado, segura a minha mão e me ajuda a remar. Porque se um ficar remando sozinho, o braço vai acabar cansando e ele vai largar a mão, e eu, sinceramente, não quero largar mão de você.

Eu quero sentir novamente aquele frio na barriga, as mão gélidas, as borboletas no estômago... eu quero mais amor e menos saudade pra gente, porque é disso que a gente precisa!

LAYLA MOTA.
16 primaveras. Uma baixinha arretada e apaixonada por um ilustrador. Aspirante à blogueira, escritora e desenha nas horas vagas. Louca por fotografias e pôr-do-sol, cristã evangélica de corpo e alma. Coleciona sonhos, histórias e gosta de compartilhá-los com gente que gosta da gente.

BLOG  |  FANPAGE  |  INSTAGRAM

0 comentários:

Postar um comentário