O amor é brega. E quem não é?

terça-feira, 2 de maio de 2017

ÀS VEZES OS RELACIONAMENTOS SÓ PRECISAM DE UMA DR


Eu estava exausta de tudo. Qualquer vírgula ou ponto a mais no lugar errado era motivo de brigas. Por outro lado eu não aceitava ficar calada por muito tempo sem falar o que me incomodava, eu passava a mão diversas vezes mas, cedo ou tarde eu ia explodir, e aí filho, uma aquariana explodindo é briga grande e das boas na certa.

Mas naquela noite tudo o que eu não queria era brigar, mas você insistiu e eu fui amenizando, levemente fomos colocando os pingos nos "is". Por fim nos calamos, abri um vinho desastrosamente sem saca-rolhas e fomos cada um sentar - com sua taça - onde bem queríamos (distantes), era uma alternativa de esfriar os ânimos e os pensamentos. 

Depois de algumas taças resolvi tomar um banho, a água gelada refrescando o corpo era a melhor sensação daquele momento. Ao sair dei de cara com você, desta vez com uma cerveja na mão, disse que era pra "lavar" o vinho, mas na verdade sabia que estava se aproximando, afinal você bem sabe que eu não dispenso uma cerveja.

Logo, você tinha preparado uma belíssima playlist com alguns músicos que me encantam... Sentou-se ao meu lado e veio me falar de sua paixão pelo Filipe Catto que eu "causei" em você, saiu enumerando a Anavitória, o Tiago Iorc, a Ana Muller e o Jéf como cantores que tem feito parte da nossa história. Nossa história... Caramba!

A máquina do tempo se instalou em nós naquele momento, lembramos quando você tentava me conquistar e eu fazia a "Frozen", das vezes que te dei não... Mas quando aconteceu o "sim", nosso primeiro beijo, nosso cheiro, nossos corpos! A concretização do amor.

Nessa hora eu te olhei, seus olhos marejados me pediam desculpas por não ser a mais perfeita pessoa, mas era a que me amava e queria construir cada dia seguinte ao meu lado. Eu nem piscava, você tinha o dom de me hipnotizar e eu ficava encantada com seu jeito com as palavras, a forma com que se direcionava pra mim... Que mágico!

Nos abraçamos, nos beijamos. Como foi gostoso tudo aquilo... O sabir do teu beijo tem o poder de aguçar todos os meus sentidos. Sentia em ti, ainda que também cansado, o quanto nos amamos e que é nosso dever nos fazer bem.

Arrumou a cama, me deixou escolher o lado preferido e me deixou apoiar em teu peito. Fizemos amor... adormecemos... Reestruturamos nosso amor, nosso querer. Assim foi mais uma da história entre eu e você.

Às vezes os relacionamentos só precisam de uma DR para reestabelecer o pulsar dos corações.

ANNA OLIVEIRA.
Recifense, amante da tecnologia, leitura e MPB. Aspirante na escrita/poesia, uma menina mulher sempre em evolução, transcrevendo em palavras gritos oriundos do coração, deixando registros verídicos (ou não) nas entrelinhas. De braços e coação aberto para a vida e o amor.

FACEBOOK | FANPAGE | TWITTER | INSTAGRAM

0 comentários:

Postar um comentário