O amor é brega. E quem não é?

quinta-feira, 23 de março de 2017

PARA ESSE TAL AMOR QUE VAI CHEGAR!


 Oi, tudo bem? Por onde você anda? Precisava saber se você vai demorar muito, será que vai dar tempo de arrumar toda essa bagunça que o último hóspede deixou?

De antemão peço desculpas se encontrar a casa bagunçada, a última visita não foi gentil e deixou um rombo enorme nas paredes, estou ajeitando aos poucos e sem presa, deixando que cada machucado cicatrize devagar e ao seu tempo. Parei de querer correr contra o bendito tempo – pelo menos isso eu aprendi com a visita anterior – e, estou me esforçando ao máximo para que tudo esteja ajeitado e consertado para quando você chegar.

Preciso que você saiba que pode ser que você chegue e eu não note sua presença. E, nem me dê conta que é você quem eu tanto esperava, talvez porque ando desligada demais desse lance de relacionamentos. Acontece comigo toda vez que me entrego de cabeça para alguém que não merece e automaticamente alguma decepção me toma. Tenha um pouco de paciência que se for verdadeiro eu vou te notar, mesmo que demore um pouco.

Não pergunte sobre os meus machucados, já alerto que possuo alguns e tenho receio de falar sobre eles. Algumas cicatrizes são nítidas, outras estão bem escondidas e pode ser que eu demore um pouco para me abrir com você. Prometo tentar ir perdendo meus medos aos poucos, mas só te peço mais uma vez, tenha paciência comigo, essa será a chave para que você me entenda.

Deixo claro que já me joguei demais, aquele tipo que vai nos relacionamentos sem medo e sem medir consequência, nunca me arrependi de ser intensa demais, talvez me arrependa de ser fundo com quem era raso. Fui de cabeça em alguns relacionamentos e isso me trouxe grandes traumas e marcas eternas, depois de um longo tempo, pude notar que precisava sossegar e esperar esse bendita amor que me dizem que vai chegar.

Não me cobre e nem me sufoque. E, por favor, não odeie os meus amigos, entendi que respeito é crucial para que um relacionamento dê certo. Entendo que você também vai chegar com marcas, manias e costumes. Seremos pacientes e tenho certeza que tudo vai se ajeitar da forma mais pura possível.

Mas vou te confessar que tenho medo e de verdade, talvez por não saber quando você chegará e nem da forma que vira, porém eu sei que vai ser único e com certeza uma bela surpresa, a vida tem dessas.
Algumas vezes a vida apronta algumas surpresas e eu tenho certeza que você vai chegar nessas surpresas da vida, no acaso, na fila do pão, ponto de ônibus ou até mesmo nesses passeios sem motivo algum pelo shopping – não sei quando será e talvez seja isso que me encanta.

Não me entenda mal e nem entenda isso como um manual. Simplesmente entenda como alguém que quis te orientar e apresentar o que esperava, uma pessoa com algumas decepções, arranhões, costumes, porém, com um amor inteiro para entregar para quem for verdadeiro.

ANDRESSA LEAL.
Andressa, desde 1986. Mauá - SP, uma mulher cheia de mistérios e repleta de poesias, encontrei nos textos e poesias minha fuga, meu refugio, meu mundo, algo só meu que compartilho com você. Aqui serei simplesmente eu, textos que nem na pagina do facebook eu posto aqui irei postar. Um dia sem poesia para mim é um dia em vão!

SITE | FANPAGE | INSTAGRAM | TWITTER | CANAL


0 comentários:

Postar um comentário