O amor é brega. E quem não é?

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

DEIXA-ME BAGUNÇAR VOCÊ

andressa-leal
Leia ao som de Liniker - Zero 

Quero te tirar dos eixos e bagunçar seu cabelo, aquele que me dá raiva de tão certinho e que não tem um fio fora do lugar. Preciso saber se você é capaz de se entregar assim ,sem medo. Será que você consegue, alguma vez, fazer as coisas sem se preocupar com as horas?

Deixe-me bagunçar você, tirar a sua vida um pouco dos trilhos, sair sem ter hora para voltar e, algumas vezes, silenciar o celular. Sua vida não precisa ser tão cronometrada assim, experimente viver um final de semana sem ter hora para tudo, tente aproveitar a sua folga ao máximo. Você precisa viver novas experiências, novos gostos e situações diferentes. Pode falar palavrão de vez em quando, um 'puta merda' é libertador e os outros palavrões então prefiro nem comentar.

Preciso bagunçar você, a sua vida, sua casa e o seu modo de ver as coisas. Há quem diga que o amor é libertador e é exatamente isso que eu desejo a você, que o meu amor te liberte de alguns rótulos, que a minha bagunça seja aceita nessa sua gaveta separada por cores, nesse seu cabelo sem nenhum fio fora do lugar e nessa sua mania de separar os DVDs por ordem alfabética.

Bagunçarei sua vida e a sua gaveta se você deixar, serei tão libertadora para sua vida, como um palavrão solto no meio de uma discussão, te ensinarei que nem sempre a meia precisa combinar com a gravata (e aqui para gente, isso é brega às vezes). Terei o meu espaço no seu armário, mas, acredite, eu ainda vou roubar um pedaço do seu.

Não enlouqueça se me ver andar pela casa com a sua camiseta, talvez tenha sido a primeira roupa que encontrei ao levantar. Suas coisas são tão organizadinhas e com certeza foi mais fácil achar uma roupa no seu lado, do que no meu.

Permita-me ser eu, louca, bagunceira e que, por algumas vezes, solta um palavrão, eu juro que permitirei que você seja chato e entenderei quando você não quiser que eu bagunce seu cabelo. Mas de vez em quando, permita-me bagunçar a sua vida, te descabelar e te tirar dos eixos.

Deixa-me bagunçar você por amor e nada além disso!

ANDRESSA LEAL.
Andressa, desde 1986. Mauá - SP, uma mulher cheia de mistérios e repleta de poesias, encontrei nos textos e poesias minha fuga, meu refugio, meu mundo, algo só meu que compartilho com você. Aqui serei simplesmente eu, textos que nem na pagina do facebook eu posto aqui irei postar. Um dia sem poesia para mim é um dia em vão!

0 comentários:

Postar um comentário