O amor é brega. E quem não é?

terça-feira, 25 de outubro de 2016

DESTINATÁRIO


Às vezes, ou por diversas vezes, o nosso quebra-cabeça não encaixa e a gente segue sabendo que aquela pessoa é a peça certa que nos completa. Com você foi, é e sempre será assim.

Se você soubesse quantos sorrisos bobos eu já dei, em qualquer lugar que seja ou com quem quer que eu esteja, só de pensar naquele som maravilhoso que a sua voz faz ao sorrir, em como seus olhos sorriem juntos... Queria que você pudesse enxergar a si mesmo como eu te enxergo, mesmo com todos esses defeitos bobos e essas qualidades absurdas que carrega dentro de si.

Queria que você pudesse ver que, além de uma boa lembrança e apesar das separações, você sempre está presente em mim, nos meus dias. Mas eu queria que você pudesse enxergar todas as vezes que chorei por ti, por sentir sua falta, ou por quando me magoava mesmo sem ter a intenção, talvez.

De todas as poesias que já fiz, de todos os discos que ouvi, você sempre será a minha preferida. Onde quer que você esteja, se acaso lembrar de mim, terás a certeza de que jamais esqueci de ti, nem por um segundo, nem durante as brigas, nem durante as desistências, os términos, os reencontros, os beijos, as roupas jogadas no chão. Nunca. Nem mesmo quando virei um capítulo das páginas da nossa história.

De onde você estiver, quero que saibas que nunca desisti da gente, porque não sou de desistir do amor. Porque eu sei que é amor, e que o amor apenas “é”. Não importa quantas histórias ainda temos para viver, não importa se ainda será nessa vida ou em outra, ainda ficaremos juntos. Ainda voltaremos a ser NÓS.

O destino, com toda a sua ironia e por sua vez um pouco travesso, resolveu nos separar em distância e status de relacionamentos, mas nunca conseguiu te afastar de mim. Quero dizer, aqui de dentro. Do meu coração.
MARIANNE GALVÃO.
Marianne Galvão,1990, escritora, blogueira, libriana e nordestina; é amante das palavras e filha do tempo. apreciadora nata de tudo aquilo que faz sentir o sangue quente viajando entre as veias, transborda sensações e sentimentos urgentes através da escrita.

3 comentários:

  1. eu roubei diversos trechos desse texto. eu poderia ter escrito quase ele inteiro. PERFEITO. Sem mais ♥

    ResponderExcluir
  2. Olha...oração tremeu aqui. Lindo demais!

    ResponderExcluir