O amor é brega. E quem não é?

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

CLOZAPINA



Engraçado como nosso tempo é sempre certo.
O baque demora, mas sempre vem na hora que deveria vir.
Gera certa dependência esperar pela dose.
Mas com o tempo a gente entende.

Já dirigi por algumas horas tentando te achar.
Sua silhueta surge em algumas sombras.
E nessas horas eu sento você respirar.
Da para ver você desviando o rosto.
Tentando não apresentar dependência.
Fingindo não se importar.
E me dando indiretamente o que eu não poderia ter.

E lembrando disso agora, não sei dizer se foi ontem ou há um mês.

E de volta à rotina com garrafas no lixo, roupas limpas e cinzeiros vazios, a única coisa que conforta até a próxima dose é a certeza que sinto debaixo da minha pele que você irá envelhecer, que eu irei envelhecer, mas que nós jamais envelheceremos.


HELIARLY RIOS.
É um amante. De política, economia e futebol. É um apaixonado por F1 e NFL. Garante o pão de cada dia e um teto para descansar trabalhando como analista contábil. Seu único amor é escrever de forma irresponsável e livre de culpa. O resto são paixões.

0 comentários:

Postar um comentário